Home > Cultura > O que aprendi com o livro ‘A Mágica da Arrumação’ de Marie Kondo

O que aprendi com o livro ‘A Mágica da Arrumação’ de Marie Kondo

Oi meninas!

Aproveitando que vocês curtiram muito minha indicação da Agenda Financeira KAKEBO, para você organizar sua vida financeira. Hoje, indico o livro ‘A mágica da Arrumação” da Marie Kondo, uma consultora japonesa que desde criança encontrava prazer em arrumar as coisas de casa (às suas e dos familiares). Tive conhecimento deste livro, quando assisti o vídeo da Jout Jout…

Achei meio viagem, não me convenci de tudo o que tinha no vídeo, e aí, partir para comprar o livro!

Minhas impressões…

No começo, Marie conta um pouco sobre sua história ‘na arrumação’ da casa, das coisas dos seus pais e de sua família. Imaginei fazendo o mesmo com as coisas que minha mãe persiste em guardar. Mas, como ela mesmo diz…

a mágica da arrumação

… deixei de pensar na minha mãe e fui relembrar todas as tralhas que ainda tenho. Principalmente livros! Sou professora e tenho vários livros na minha estante (muitos utilizo em minhas pesquisas, aulas, sendo estes realmente necessários). Mas, tenho um tanto de outros livros que já li, outros que não. Me desapeguei de alguns, doei outros, mas ainda tenho muitos. Daí, …

marie kondo livro

Percebi que lia muito quando andava de ônibus ou metrô. Com a aquisição de um carro, essas leituras se restringiram muito a necessidade. Só leio o que é necessário (basicamente coisas do trabalho). Logo, percebi que tenho que me desapegar mais dos meus livros. (Só não sei quando farei isto) #confesso

Em relação às roupas… Nossa, tenho muitas, algumas se vocês quiserem, estão a venda lá na loja do ENJOEI que tem roupa nova e seminova (além de outros objetos) que valem a pena o precinho, passa lá! Esporadicamente faço a arrumação no guarda-roupa e aí, uma ‘pseudolimpa’ (comparando ao método que a Marie apresenta), pois tenho mais roupas que preciso. Umas com etiqueta, outras sem (mas ainda não usadas)…

kondo arrumação

Achei isso meio ‘viagem demais’, mas percebi que é possível identificarmos facilmente as roupas que não ‘nos deixa feliz’ e passamos a encostá-la no guarda-roupa com a velha frase “um dia eu vou usar”… Se você tem oscilação de peso, isso é quase um mantra. Logo, desapegue! Venda, doe… Faça alguém feliz com uma peça que você não usa.

Outro ponto interessante do livro, que ajuda a gente desapegar das roupas, dos livros e de outros itens, é este…

kon marie

E aí,

marie kondo livro final

Ou seja, desapegando (não jogando diretamente no lixo) podemos dar um novo lar aos nossos pertences que nos fizeram felizes por um tempo. E para arrumar tudo, é preciso…

a mágica da arrumação 2

Marie separa a arrumação por categorias (roupas, livros, papéis, descartáveis, fotografias…). Vejamos alguns pontos sobre isto…

marie kondo cartas

Essa merece legenda… A fila anda colega! Se desfaz dessas cartas, das fotos, e viva a vida! srsrs

kon marie

E, para ‘permanecermos’ felizes com estes desapegos, algumas decisões precisam ser pensadas, como as roupas que a gente utiliza em casa (geralmente, as velhinhas, surradas, confortáveis…). E, o que a Marie fala sobre isto…

a mágica da arrumação 3

Por fim…

marie kondo livro passado

Ou seja, desapegue! Essa é a regra. Na internet, ainda encontrei os 10 mandamentos da arrumação por Marie Kondo. Segue a lista…

1. Arrume tudo de uma vez. (Praticamente teremos que utilizar alguns dias de nossas férias para isto)

Organizar a casa é promover uma revisão do estilo de vida e do nosso jeito de pensar. Isso requer uma ruptura radical. Acreditar que se pode arrumar uma gaveta por vez, empurrando o restante da tarefa com a barriga, é uma armadilha que leva à frustração.

2. O primeiro passo é descartar. (Fica a dica: doe, desapegue, venda!)

As pessoas guardam coisas na ilusão de que serão usadas um dia ou por preguiça de avaliar se são relevantes. Reúna todos os itens parecidos, como roupas e livros, e faça uma limpeza sem dó: não raro, 60% daquilo que acumulamos é inútil

3. Jogue tudo que não lhe traz alegria.

Só vale a pena guardar aquilo que realmente for usado ou tem um valor sentimental de fato. Sabe aquela blusa que você ganhou, mas não gosta muito e só mantém no guarda-roupa por pudor em se desfazer? Perca o temor: é já para o lixo (ou a doação) ou venda no ENJOEI, OLX, … srsrs

4. Separe as coisas por categoria. (Isso funciona mesmo)

Um erro comum é distribuir itens do mesmo tipo – como roupas, livros ou papéis – por vários cômodos e armários. Organizar tudo por categoria permite ter uma noção global dos pertences e evita o surgimento de novos focos de bagunça

5. Dê visibilidade às coisas. Geralmente é assim que a gente esquece do que tem (não vendo as mesmas)

Empilhar roupas e livros é arrumar sem critério: com o tempo, muitos itens sem utilidade acabam esquecidos no fundo das gavetas e estantes. Organize com a lógica de uma biblioteca, fazendo com que todos os pertences fiquem acessíveis e à vista.

6. Deixe itens sentimentais por último. (Se tiver cartas de amor, fotos, vai ser maior choradeira – ou raiva… melhor deixar para depois)

Começar a arrumação por fotos de família e souvenirs amplia a chance de insucesso: as pessoas gastam tempo em considerações emotivas e perdem o foco do essencial. Ataque primeiro os pepinos mais óbvios e volumosos, como as roupas

7. Evite a intromissão dos parentes. (Isso pra quase tudo na vida!)

A presença de mães, avós e irmãos pode ter um impacto psicológico negativo nessas horas: na cabeça deles, pode parecer inadmissível ver você jogando certos itens fora. Muitas vezes, a solidão é a melhor aliada na hora de arrumar a casa

8. Prefira o silêncio. (Não é uma regra… se você prefere um rock pesado para arrumar as coisas, por que não?)

Arrumar a casa é, em certa medida, um exercício de revisão interior. Televisão ligada, música alta e conversa fiada abalam a concentração necessária para a tarefa. Marie Kondo recomenda, no máximo, ouvir música instrumental amena – e em baixo volume

9. Não compre produtos especiais para organização. (Não compre mais antes de organizar o que se tem)

É enganoso achar que a bagunça acabará apenas colocando tudo dentro de caixas divisórias e afins. Se sua casa é desarrumada, esses produtos supostamente milagrosos não serão apenas inúteis: vão se somar à bagunça

10. No dia-a-dia, siga um ritual para lidar com os objetos. (Uma tentativa diária: deixar as coisas no lugar)

Ao chegar em casa, por mais cansado que você esteja, resista à tentação de ir largando as roupas pelo chão e de entulhar o sofá com bolsas e outros itens. Só relaxe depois de colocar cada coisa em seu devido lugar

Se quiser ver/ler um pouco mais sobre o método “Kon Marie”, assista a estes vídeos e se inspire! Um dia, arrumarei minhas blusas assim… srsrs

Tem mais um (também em inglês)…

É isso meninas! O livro é baratinho (ÊÊÊ) na Saraiva R$ 14,90; Americanas R$ 15,12; Livraria Cultura R$ 19,80 . Espero que tenham gostado do pouco que apresento sobre o livro e que o mesmo possa ajudar vocês a desapegar das coisas, ser mais organizados e que sejam mais felizes com o que possuam!

Ah! Se quiserem ver outras impressões, acessa o blog da Gabi (Scrap Bi) e veja cinco coisas que ela aprendeu no livro. Xero grande!

Fonte dos 10 mandamentos: Home to go.

You may also like
Bairro do Recife recebe evento de moda consciente
10 motivos para você ter uma lojinha no Enjoei
5 dicas para economizar dinheiro
Como eu Era Antes de Vocês #Filme

7 Responses

  1. Nossa Flavinha, você escreveu esse post para mim!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Preciso demais arrumar tudoo no meu quarto! Livros também tenho alguns (muitos) que compro e acabo não gostando, até livro do ensino médio acho que ainda tenho! Vou adquirir esse livro para mim!
    Adorei muito o post! Parabéns! Beiijos

    1. Flávia Vasconcelos

      Oi Alê!!
      Então, ele realmente tem muita coisa interessante e que precisamos colocar em prática! Sem falar que só de pensar em arrumar, a gente já percebe que tem coisas demais acumuladas, e a vida de blog só confirma isto, não é mesmo?! Beijo e sucesso na arrumação! 😉

  2. Pingback : 5 dicas para economizar dinheiro – She Talks

  3. Pingback : 10 motivos para você ter uma lojinha no Enjoei – She Talks

  4. Pingback : Consultoria de Imagem e Estilo #2 – She Talks

Leave a Reply