Home > Visite > Exposição “Recife através do Tempo” por Terciano Torres

Exposição “Recife através do Tempo” por Terciano Torres

Olá meninas! Se você está em Recife, não pode perder de conferir esta exposição que está na Caixa Cultural no Recife Antigo. A Exposição “Recife através do Tempo” de Terciano Torres mostra a formação do Recife como você nunca viu!

O artista já fez várias ações deste tipo nas cidades brasileiras, como Rio de Janeiro, Ouro Preto, Olinda, Salvador e São Luís-. Vale a pena conferir as suas ilustrações e aprender um pouco mais sobre a história de nosso país.

Eu fiquei encantada com as ilustrações que, para mim, são divertidas e um tanto que críticas também visto que algumas coisas que o desenvolvimento da cidade do Recife foi cercado de muita violência e conflito de interesses, né?

Recife nos dias de hoje, segundo a ilustração de Terciano.

São mais de 30 painéis ilustrativos, que decorrem de 1537 até os dias atuais, mostrando a ocupação do Recife Antigo, a construção (e destruição) das pontes que são um marco na capital pernambucana, além de seus personagens, monumentos históricos e até mesmo as empresas que chegaram (e se iniciaram pela primeira vez no Brasil) aqui em Recife, como o Diário de Pernambuco, que é o primeiro do Brasil (1827), a primeira Sinagoga judaica das Américas (meados de 1640), dentre outros.

Porto de Pernambuco, no painel do ano de 1530

Período de colonização entre 1537-1590

As missões religiosas já estavam na cidade – 1609

A cidade maurícia, desenvolvida neste período pelos holandeses e seus personagens que fizeram história – 1645

A amostra marca os 480 anos da cidade e os 200 anos da Revolução Pernambucana, que também é contada nos painéis. Fatos curiosos como a passagem do Zepelin pela cidade, a criação do Frevo, da Rádio Clube, do Sport (meu time de coração), a chega dos portugueses, holandeses, espanhóis, ingleses, o início das problemáticas das chuvas na região que hoje é conhecida como Recife Antigo… Enfim… tem muita, mais muita coisa mesmo que a gente não conhece sobre esta cidade.

Revolução de 1817

Diário de Pernambuco – 1824

1839 – Construção do plano urbano do Recife, e a famosa Av. Conde da Boa Vista

1867 – Construção da Ponte Duarte Coelho, Boa Vista e D. Pedro II; Gasômetro do Recife, Trem Urbano.,

Fiquei imaginando o quão divertido seria se os professores de História levassem seus alunos para aprender a história de Recife (e também do Brasil)  através desta exposição. Durante a minha visitação, fiquei me perguntando também em como ‘o homem’ com ‘suas vontades’ conseguem modificar tanto uma região, através da construção de edifícios, fazendo aterros, modificando tanto a paisagem natural da cidade… Como Olinda é a “cidade irmã” de Recife, ela também é ilustrada em alguns momentos, como na construção do Porto do Recife e a modificação da região por conta desta construção…

1905 – Sport Clube do Recife e as primeiras manifestações do Frevo

Influência francesa na reconstrução da região que hoje conhecemos como Recife Antigo.

Primeiro voo comercial por Zepelin (Brasil – Europa) em 1930

Década de 70 – Galo da Madrugada e a cidade toma forma como os dias de hoje…

Uma coisa que senti falta foi de um livro ilustrado para gente levar pra casa e colorir com os filhos (que eu nem tenho ainda srsrs), acho que seria bem bacana não é mesmo?

É uma evolução documental da memória urbana, sociológica e antropológica do Recife. É uma biografia visual do município, como se uma máquina congelasse o tempo. Estou vendo a história pelo retrovisor. O recifense ainda não pensou no pioneirismo daqui. Recife é a cidade mais bem documentada do país por causa do período holandês. Os pintores Frans Post e Albert Eckhout deixaram um legado que nenhuma outra cidade tem”, declarou o artista visual ao Viver do Diário de Pernambuco, durante as celebrações do aniversário do Recife, no dia 12 de março.

“Gosto do traço proporcionado por esta técnica (desenhos feitos a bico de pena). Isso me faz exercer a paciência, a observação de coisas não vistas por outros olhos” 
Terciano Torres, artista visual
Como forma interativa, na entrada da exposição há um “Grande Livro sobre o Recife”, para que os visitantes exerçam a criatividade fazendo previsões sobre a cidade nos próximos anos.

Livro interativo para ilustrar e pintar

Só para você ficar com mais vontade de ir, achei esse vídeo no Youtube, que ilustra um pouco como é a exposição, que vai até o dia 4 de junho. Não deixe de ir 😉

Serviço

Exposição O Recife através dos tempos, de Terciano Torres
Abertura: hoje, às 19h
Onde: Caixa Cultural – Avenida Alfredo Lisboa, 505, Bairro do Recife
Visitação: terça a sábado, das 10h às 20h; domingo, das 10h às 17h – até 4 de junho de 2017
Entrada gratuita
Informações: 3425-1915
You may also like
Bairro do Recife recebe evento de moda consciente
Meeting de A a Z de Medicina Estética. Porque se cuidar é preciso!
4ª Edição do Espaço Bora – Terraço do Paço Alfândega
Workshop de Co-criação Melissa – Recife 2016

Leave a Reply